Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Apanhar a Onda!

'O homem justo não é o que não comete nenhuma injustiça, mas aquele que, podendo ser injusto, não o quer ser.'

A Apanhar a Onda!

'O homem justo não é o que não comete nenhuma injustiça, mas aquele que, podendo ser injusto, não o quer ser.'

Life is a mystery

 

"Life is a mystery

Everyone must stand alone
I hear you call my name
And it feels like home

 

Just like a prayer
Your voice can take me there
Just like a muse to me
You are a mystery
Just like a dream
You are not what you seem
Just like a prayer, no choice
Your voice can take me there"
 
Madonna
 
 like_a_prayer_cassette_single_Scan10297

Miúda insuportável...

 

O que se ganha em ser popular ou algo assim do género?

Não vale sermos nós próprios, em vez de fazer com que as pessoas gostem de nós por algo que não somos.

Mais vale consquistar as pessoas, pelo que somos ou pelo que elas querem?

Boa pergunta. Eu até acho que é melhor sermos nós.

Porque tentarmos sermos alguém, que nem sequer existe dentro de nós, alguém que quer ser só alguém, alguém que não somos nós.

O que é ganhamos com isso?

Acabamos por ficar sozinhos! E isso é a única verdade, com o tempo, tornamos-nos insuportáveis.

O que há-de melhor na vida? Sermos alguém, os outros o querem?

É pior que nos pode acontecer.

 

 

 

 

 

 

 

Mentiras na infância, sucesso na idade adulta?

 Fonte: http://mulher.pt.msn.com/mundodamulher/article.aspx?cp-documentid=154147967

 

Foi feita uma investigação realizada pelo Institute of Child Study, na Universidade de Toronto (Canadá), e envolveu 1200 crianças.

Concluíram, que 20% das crianças aos dois anos, mente. Aos três anos, existe já uma percentagem de 50% de crianças que mente e aos quatro anos são cerca de 90% que já mentem.

Aos 12 anos, todas mentem. Aos 16 anos é que esta curva desce para os 70 %.

O jornal britânico The Sunday Times revelou que "Os cientistas descobriram que, ao contrário do que a maioria dos pais pensa, não só isto é positivo como pode ser sinal de sucesso no futuro".

O facto de um bebé de dois anos já ter aprendido a dizer uma mentira revela que atingiu um patamar importante do seu desenvolvimento mental. E quanto melhor é a mentira, melhores são as capacidades cognitivas da criança, ou seja, a criança desenvolveu o "executive functioning" e poderá transformar-se num(a) CEO de uma grande empresa.

Contudo, os pais devem aproveitar as oportunidades para, até aos oito anos de idade da criança, lhe transmitir o lado negativo da mentira e a importância da honestidade.

 

 

 

 

Mentiras na infância, sucesso na idade adulta?

Pág. 1/4